fbpx
ACESSO RESULTADOS:

 

Exames veterinários: conheça os principais e entenda a importância de cada um deles

Cães e gatos precisam de exames regulares para prevenir doenças ou permitir que se faça um diagnóstico precoce de possíveis problemas de saúde. Um rápido diagnóstico facilita o tratamento e aumenta a chance de cura. Por serem pacientes que não podem falar o que estão sentindo, os exames de laboratório ganham uma importância absurda, pois os primeiros sinais clínicos das doenças podem não ser tão fáceis de serem percebidos.

Conheça quais são os principais exames veterinários e o que cada um deles revela!

Hemograma
Este exame é certeiro para detectar processos inflamatórios e infecciosos, anemias, presença de hemoparasitas, além de evidenciar alterações plaquetárias, além  de sugerir problemas de medula óssea. É feito por meio de amostra de sangue venoso que geralmente é coletado das veias jugular (no pescoço), cefálicas (na pata da frente) ou safena (na pata de trás). Recomenda-se jejum prévio de 8 horas para a maioria dos pacientes, podendo ter protocolos diferentes para pacientes idosos, gestantes, filhotes e pets exóticos. Nesses casos especiais deve se entrar em contato previamente com o laboratório para saber qual a recomendação.

Exame de urina
Este é  um exame que deveria solicitado  de rotina para todos os pacientes. É usado para diagnosticar diabetes e de outras doenças endócrinas. Indica a presença de infecção urinária e fornece informações importantes sobre o funcionamento dos rins. A urina é coletada por meio da sondagem uretral ou, mais comumente, por meio da cistocentese (diretamente da bexiga com auxílio de seringa e agulha guiadas por um aparelho de ultrassom). A coleta por micção espontânea também pode ser utilizada, porém não é  indicada caso seja necessária a realização de uma cultura e antibiograma desse material.

O indicado é que o animal não tenha urinado antes do exame para que esta amostra esteja concentrada.

Exame coproparasitológico (exame de fezes)
É com este exame que identificamos a presença de vermes e protozoários causadores de doenças intestinais, como giardíase e isosporose. O ideal é a realização  desse exame com amostras seriadas para um diagnóstico exato.

Exames Bioquímicos para Função Renal
Identificam qualquer alteração na função dos rins pela análise sanguínea onde são verificados níveis de ureia e de creatinina, dois importantes marcadores da função renal.

Exames Bioquimicos para Função Hepática
Verificam alterações e possíveis doenças no fígado pela análise da amostra de sangue que avalia as concentrações de substâncias ligadas à função do fígado como albumina e outras enzimas.

Exames Bioquímicos de Glicemia de jejum
Mostra os níveis de glicose no sangue, contribuindo para o diagnóstico precoce dos quadros de diabetes. O paciente deve estar em jejum alimentar. Deve se atentar para outras doenças que elevam também o nível da glicose e o stress principalmente em felinos.

Exame sorológico para FIV e FeLV
Consegue diagnosticar a AIDS (FIV) e a leucemia (FeLV) dos pacientes felinos . Com a amostra de sangue do paciente, se faz a investigação de antígenos da doença (partes dos vírus) ou anticorpo (reação do organismo a ela).

Comentários Facebook